Arrecadação perde fôlego com greve de caminhoneiros e soma R$ 110,8 bi